O homem que mudou o rumo de uma cidade e fez dela o melhor lugar para se morar e investir do Brasil

Pelo segundo ano consecutivo Barueri se destaca no ranking anual das Melhores Cidades para Fazer Negócios. Desde 2020 a cidade vem se destacando no cenário nacional, ficando em primeiro lugar como o melhor município do país para se investir no comércio e em segundo lugar para se investir no setor de serviços.

Mesmo o país passando por uma pandemia, e por uma crise econômica, Barueri segue mantendo seu padrão de cidade modelo, mostrando às demais cidades a capacidade de gestão do atual Prefeito Rubens Furlan.

O chefe do executivo e seu vice- prefeito e secretário de obra Beto Piteri não se intimidaram com a recessão pela qual o país vem atravessando e aproveitou o isolamento social para reformar grande parte dos prédios escolares e unidades básicas de saúde, além de outras obras que vão trazer melhoria e qualidade de vida para toda população, afinal são mais de 70 obras em execução.

Qualidade de vida 

Títulos como os que a cidade de Barueri vem conquistando atrai novos investidores e moradores, que buscam qualidade de vida, estabilidade, conforto, estrutura socioeconômica, segurança, entre tantos outros atributos que o município oferece.

O bairro de Alphaville hoje abriga grande parte do setor empresarial da cidade, e possui condomínios residenciais que são referência no estado, atraindo nomes como: Luan Santana, Silvio Santos, Pablo Marçal, Thiago Nigro, entre outros.

Gestão

O Prefeito Rubens Furlan tem uma grande história na cidade de Barueri, são mais de 50 anos de vida pública dedicados a fazer o município reconhecido em todo o país.

Ao lado de seu vice – prefeito Beto Piteri e com o apoio da Deputada Federal Bruna Furlan, tem buscado fazer de seu mandato o melhor da história, ao fim do pleito a cidade contará com dois piscinões para prevenir as enchentes, o maior hospital regional de São Paulo, o centro das artes entre outras novidades.

Essas ações direcionam cada dia mais Barueri ao topo!

Escrito por Juliana Ludovico

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias