EI MENTIROSO, ESSA É PARA VOCÊ.

Salve meu mano, eu sou o Gustavo Tait e essa é a coluna Vira Homem.

Caso você esteja chegando agora por aqui, diretamente nessa reportagem, lhe convido a acessar os artigos anteriores, onde trago uma sequência de informações de grande valia para sua evolução e transformação pessoal. Essa coluna tem uma sequência lógica que é complementada a cada semana.

EI MENTIROSO, ESSA É PARA VOCÊ.

Não importa o tamanho da mentira, se é mentirinha, mentira ou mentirona, o que realmente importa é termos a consciência que nós homens somos grandes MENTIROSOS.

Pesquisas recentes mostram que mais de 95% dos homens mentem ao menos 10 vezes por dia, mas esse número pode chegar até a espantosa marca de 100 mentiras diárias.

Mentimos para nossos amigos, mentimos em nosso trabalho, mentimos para nossos filhos, para nossas companheiras, mentimos para qualquer pessoa que tivermos uma interação.

Mas por qual motivo temos esse hábito tão doentio de mascarar a verdade?

Pasmem, mas o motivo se encontra no mesmo lugar onde se iniciaram a grande maioria dos problemas de sua vida, lá em sua infância, onde as famosas algemas foram fixadas.

Nas últimas postagens da coluna, tivemos a clareza de como as algemas que foram nos fixadas sobre o que seria ser um verdadeiro homem, causaram em nossas vidas, enxergamos como essa doentia busca em se tornar “MACHO” tem causado grandes destruições em nossa saúde física e mental.

Especificamente na última postagem, falamos sobre as formas que nosso corpo busca para tentar se livrar de tamanha pressão, que são as temidas e perigosas válvulas de escape, como drogas, pornografia, agressividade, remédios, entre todos os tipos de anestésicos oferecidos em nossa sociedade.

Acontece que além de tudo isso já mencionado, o nosso corpo encontrou uma outra maneira de se proteger das cobranças da sociedade, uma forma de se esquivar e se reafirmar perante as situações apresentadas, um mecanismo de defesa, que foi enraizado em nossa vida desde muito cedo, que são as MENTIRAS.

Estudos comprovam, que logo aos 2 anos de idade as crianças começam a contar suas primeiras mentiras, a criança consegue decifrar que se mascarar a verdade irá ganhar aprovação de seus pais e melhor que isso, não irá decepcioná-los das expectativas geradas.

O problema é que na sequência ela aprende também que se ela mentir, ela irá conseguir com maior facilidade a realização de seus desejos, ou seja, logo aos 2 anos de idade, nós já aprendemos que a inverdade é vantajosa e que nossos educadores ficam mais satisfeitos com uma mentira bem contada do que com uma verdade dolorida.

Assim fomos todos educados e assim fomos enraizados com a ideia de que existem tipos de mentira, que existem mentiras do bem, que existem mentiras sem malicia, que existem mentiras para não machucar os outros, também fomos absorvendo a ideia que não se deve falar a verdade sempre, que a verdade machuca, que devemos poupar os outros, entre milhares de desculpas que criamos ao longo de milhares de anos para justificar algo injustificável.

Juntando todo esse contexto ao nosso tema central dessa coluna, que é nosso masculino ferido, nós homens afins de nos reafirmarmos com “MACHOS” dentro da sociedade, potencializamos essas mentiras de forma exponencial em nosso dia a dia, criando uma bola de neve de sentimentos e ações autodestrutivas.

Doa o que doer, a realidade é, A MENTIRA É O MAIOR ATO DO COVARDIA que podemos realizar. Quando mentimos por qualquer motivo que seja, estamos roubando das pessoas envolvidas a oportunidade da verdade.

Não importa quão dolorosa for a verdade, nós somos seres humanos vivenciando essa vida com o objetivo de evolução, cada ser aqui na terra é único e tem seu papel, sua vida, seus dilemas e seus desafios. Quando agimos em inverdade, por menor que ela seja, estamos impedindo o processo da outra pessoa de viver a sua verdadeira jornada.

A realidade é, que quando mentimos não estamos protegendo o outro da verdade e sim estamos sendo covardes, nos protegendo da reação da outra pessoa com a verdade contada.

Trazendo para o universo masculino, temos também as mentiras de “Homens”, que além de tudo, alimentam nossa cultura patriarcal, machista e doentia. Homens mentindo o tempo todo a seus amigos sobre mulheres, sobre experiências sexuais, sobre conquistas, sobre dinheiro, mentindo sobre seus dilemas e dores. O resultado disso é mais mentiras por parte de quem ouve para não ficar por baixo, e infinitos transtornos psicológicos para aqueles que ouvem e acreditam nas mentiras e se cobram por não ter a mesma “Vida de macho” que seus amigos mentirosos fingem ter.

Amigos, não existe atitude mais honrosa e de um verdadeiro HOMEM do que agir em verdade. Sei que é um trabalho muito difícil e irá requisitar de muita força, mas se seu objetivo é ser um homem de verdade lhe digo, HOMEM DE VERDADE NÃO MENTE.

Na próxima semana continuarei nesse tema tão importante, onde identificaremos e criaremos um plano de ação para tirar de vez esse mal de nossas vidas.

Se você acha que esse tema é relevante, compartilhe com o máximo de pessoas que puder, para que juntos possamos construir uma sociedade melhor para nós e para as próximas gerações.

Até breve.

Gustavo Tait.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias