Barra

Ator Francewell Aguilar quer tentar a sorte grande em São Paulo

Depois de vivenciar instantes de restrições e ficar impossibilitado de exercer plenamente seu ofício, o artista mineiro Francewell Aguilar vê agora a perspectiva concreta de retomar as atividades de forma consistente. 
 
“Chegou o momento de quem estava no fim da fila enxergar a luz no fim do túnel”, disse ele, numa clara referência a uma das frases mais usadas pelos profissionais do setor cultural, para citar a pandemia do novo coronavírus: “O primeiro a fechar e o último a voltar”.
 
Com alguns testes agendados, tanto para a TV como para o teatro, Aguilar, que fez o filme “Sobre Vidas” e as peças “A Paixão de Cristo”, “Ai Meu Deus! Sonhei com a Empregada e Acordei com o Genro”, “Maus Hábitos” e “Um Dia de Kaos”, em espaços culturais de Minas Gerais, já começou a afivelar as malas para aproveitar uma temporada na capital paulista.
 
Antes disso, porém, fez questão de eternizar o seu amor pela arte mediante a customização de Iago Carvalho em sua jaqueta jeans. Os desenhos escolhidos? As máscaras da tragédia e da comédia que simbolizam o teatro. O responsável pela confecção, aliás, foi o mesmo que surpreendeu Anitta, Juliette Freire, Gil do Vigor e o ex-jogador Fred Guedes com peças exclusivas.