Barra

Banda Inocentes lança músicas inéditas em NFTs

_Tradicional banda paulistana divulga dois novos singles por meio de ativos digitais_

A dobradinha NFT e música fica mais conhecida e popular a cada dia. A banda Inocentes, famosa no cenário punk brasileiro, acaba de aderir à tecnologia para divulgar dois novos singles, em parceria com a empresa IDG (International Digital Group). O lançamento acontece nesta quarta-feira (27), às 16h, com as canções “Queima!” e “Eu Vou Ouvir Ramones” disponibilizadas via cards colecionáveis.

Para cada música, foi criado um NFT que terá tiragem de 50 unidades. O custo de cada single colecionável é de US$ 6,00. A novidade promete chamar a atenção de fãs e colecionadores e mostra que a banda, que tem mais de 40 anos de estrada, segue firme no propósito de inovar.

Os produtos ficarão disponíveis no site oficial da IDG (idgnft.com), que, em seu catálogo, já conta com projetos nas áreas de esporte e entretenimento. Alguns dos destaques da plataforma são os cards colecionáveis do atacante Richarlison atleta, da Seleção Brasileira e do Tottenham (Inglaterra), e do Giba, ex-jogador de vôlei e multicampeão defendendo o Brasil. Também estão disponíveis os NFTs das escolas de samba do Rio de Janeiro: Mangueira e Grande Rio, e também os da banda IRA!

No caso da banda Inocentes, o lançamento dos NFTs, com os novos singles, acontece um dia antes de as novas canções chegarem às plataformas de streaming na quinta-feira (28). A banda liderada por Clemente Nascimento é um dos símbolos do punk rock nacional e, agora, recorre aos NFTs para divulgar material inédito, eternizando momentos em formato digital. Outros nomes importantes da música brasileira como Gilberto Gil, Milton Nascimento, Nando Reis e Pitty já aderiram a esse recurso para produzir colecionáveis digitais e criar atrativos para a venda de ingressos para shows.

CEO da IDG, Sylmara Multini celebra este marco na história da música e dos NFTs no Brasil: “Para nós da IDG é um enorme privilégio lançar duas músicas de uma das bandas mais irreverentes da história do rock nacional. Tivemos grandes lançamentos em NFT neste ano, com importantes nomes do esporte e da música, e agora este do Inocentes, que nos dá a oportunidade de explorar novos universos. 2022 vem sendo um ano muito bom para nós e ainda promete muitas novidades”.

Para o vocalista da banda, Clemente Nascimento, é uma oportunidade nova para aproximar ainda mais dos fãs: “É uma experiência nova para a banda, alguns artistas estão aderindo à onda dos NFTs e nós vimos essa chance para interagir com nossos fãs de uma forma diferente. É uma maneira nova de divulgar o nosso trabalho e acredito que o público irá curtir”.

Fundada em 1981 na cidade de São Paulo – SP, a Inocentes é uma das primeiras bandas de punk rock do Brasil. Junto com Cólera e Olho Seco, participou do Grito Suburbano, coletânea que reuniu os primeiros registros do punk brasileiro. Com mais de 40 anos de carreira e 14 discos lançados, a banda atualmente é composta por: Anselmo Monstro no baixo, Clemente Nascimento na voz e guitarra, Nonô na bateria e Ronaldo Passos na guitarra.

*Sobre a IDG NFT*

Fundada na Califórnia (EUA), a IDG é uma empresa global de colecionáveis digitais especializada na criação de conteúdos de NFTs, Memorabilia, Fan Experience e desenvolvimento de Metaverso. A missão do IDG é tornar-se líder mundial em Colecionáveis Digitais nos segmentos Esportivo, Musical e Artístico, além de também atuar em Eventos, Entretenimento, Ingressos e Coleções Particulares. O nosso ecossistema digital permite aos nossos clientes explorar uma plataforma única e protegida, levando-os a uma viagem divertida ao mundo de colecionáveis digitais com conteúdos exclusivos. A empresa valoriza a memória de seus parceiros e eterniza suas histórias por meio de NFTs e experiências com uma sólida pegada nos direitos de propriedade intelectual. Venha fazer parte da nossa comunidade de colecionadores!