Connect with us

Cultura

Voltam as gravações de “O Outro Lado da Lua” com o ator Rodrigo Tardelli

Published

on

As gravações de “O Outro Lado da Lua” estão de volta. Mas calma! Antes de reiniciarem com a produção, toda a equipe se organizou para cumprir as normas de segurança e se adequarem ao novo cenário de pandemia. E, após meses sem participar de gravações, nesta segunda-feira (09), o ator Rodrigo Tardelli voltou a se encontrar com a equipe de “O Outro Lado da Lua” para darem sequência ao projeto, que será lançado em 2021.

Dando vida ao personagem Arthur, Rodrigo Tardelli mais uma vez se desafia em frente às câmeras. Na trama, Arthur sofre de Transtorno Dissociativo de Personalidade e isso faz com que ele seja uma pessoa durante o dia e outra completamente diferente durante a noite, vivendo uma realidade muito complicada. A ideia para trazer essa história para um projeto audiovisual, foi do próprio Rodrigo, mas o roteiro e direção ficaram por conta de Diego Rodrigues. Para o ator, esses personagens que o desafiam, se tornam ainda mais importantes.

“Eu acho que depois do Louis de ‘Até Você Me Esquecer’, o Arthur é um dos mais especiais. Eu amo personagens que mexem com nosso psicológico e que possuem várias e várias camadas para trabalhar. E esse é um personagem específico que está me desafiando muito com ator por conta da personalidade. É uma história bem complicada, difícil e que pode parecer um pouco louca no começo, mas ela faz todo sentido depois. Está sendo bem desafiador. E eu sempre busco personagens diferentes e desafiadores. Vai ser um personagem que vai me fazer crescer muito”, conta Rodrigo.

Em paralelo a isso, os desafios não estão apenas em interpretar e dar vida a essa problemática. Toda a produção envolvida no projeto de “O Outro Lado da Lua”, está trabalhando para que o ambiente de gravação seja seguro para todos da equipe, até porque, o Brasil ainda sofre com a pandemia causada pelo COVID-19. Os cuidados necessários como o uso de máscaras e álcool em gel estão sendo mantidos. Ademais, outros cuidados também mais eficazes foram estabelecidos para reforçar a segurança de quem está presente no set de gravação.

“Estamos com equipe reduzida e apenas com os atores que faltavam gravar, que são duas atrizes, um ator e eu, mas não gravamos todos juntos. As próprias cenas não possuem aglomeração e estamos com equipe reduzida. Não estamos saindo do apartamento para nada. Estamos todos com máscaras e nos protegendo com álcool em gel, lavando tudo, cada um com sua comida e seus objetos, evitando muito contato uns com os outros. Estamos fazendo o máximo que podemos para que esses 2 dias de diárias sejam completamente saudáveis e dinâmicos. O ritmo de gravação está bem legal, estamos conseguindo fazer tudo de uma forma bem tranquila e está rendendo bem o tempo. Nossa organização está bem melhor também. Acredito que tudo isso deixou a gente mais preparado para voltar a gravar agora”, diz o ator.

As diárias de gravação já se encerram ontem (10) e o projeto segue para a o processo de pós produção, se preparando para ser lançado em 2021. Emocionado, o ator descreve, por fim, o sentimento de poder estar de volta às gravações após a longa pausa de quase 8 meses.

“Poder voltar a viver isso que eu amo é uma sensação muito gostosa. Está sendo incrível voltar a fazer a arte como fazíamos antes. Ter esse gostinho de novo está revigorando a gente. Precisávamos passar por isso ainda esse ano para dar um combustível a mais”, afirma Tardelli.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Atores Camila Curty e Pablo Cortez se reinventam em quarentena e participam de peça online

Published

on

Com a pandemia do covid-19 que atingiu o Brasil e o mundo há cerca de 8 meses, profissionais das mais diferentes áreas precisaram buscar novas formas de darem seguimento ao trabalho no “novo normal” após a proliferação do vírus. Os atores e também namorados Pablo Cortez e Camila Curty se reinventaram durante o período de isolamento social para continuarem produzindo e atuando.

No inicio da quarentena produziram e protagonizaram juntos a websérie “Cartas Para O Fim de Um Mundo”, que conta a história de uma troca de cartas de um casal que percebe seu relacionamento em momentos de incerteza, devido a todo o distanciamento causado pela pandemia.

Ainda vivendo no contexto de necessidade de permanecer em casa para evitar a propagação do vírus, Camila e Pablo integram ao elenco da peça online “Olhei Pro Buraco E Era Um Olho Mágico”, que terá nos próximos dias o segundo final de semana de apresentação ao vivo pela plataforma do zoom. A peça surgiu a partir de um laboratório conduzido pela diretora e preparadora de atores Estrela Straus.

Pablo Cortez

 

A dramaturgia, que trata sobre o processo de cura de doenças psíquicas como depressão, ansiedade, entre outras, possui um roteiro autoral e foi produzida por meio de depoimentos e relatos pessoais. A bilheteria é inteiramente destinada ao Centro de Valorização da Vida, que trabalha na prevenção ao suicídio.

A peça conta com 12 atores de diferentes lugares do Brasil, sendo Camila e Pablo os únicos cariocas do elenco. A dramaturgia contém solos autobiográficos, auto ficcionais e entrevistas. Camila faz um solo de auto ficção e Pablo uma entrevista com um amigo. Todos os solos partem de relatos pessoais, entrevistas e bulas de remédio, o elenco aborda de forma sensível e leve desequilíbrios psíquicos, sofrimentos e curas emocionais.

O conto “A pessoa deprimida”, de David Foster Wallace e o filme “Jogo de Cena”, de Eduardo Coutinho, foram inspirações para a criação e produção de “Olhei Pro Buraco E Era Um Olho Mágico”.

Com o isolamento social novas adaptações surgiram na arte e o número de apresentações online vem crescendo a cada dia. Para Camila e Pablo, a experiência de ter o celular como o olho da plateia está sendo uma descoberta. Os atores afirmam que estão aprendendo como funciona a mistura do teatro com o audiovisual. O desafio se torna ainda maior por ser uma apresentação ao vivo e precisar contar com imprevistos, como pique de luz e da internet, por exemplo.

Além disso, a peça também oferece aos atores a oportunidade de se reinventarem e aprenderem sobre posicionamento das luzes ao favor deles e como transformar a casa no próprio cenário e a roupa no figurino.

Até o momento as apresentações do próximo final de semana (04, 05 e 06 de dezembro) serão as últimas. A peça é dividida em três atos temáticos, chamados de buracos: O Buraco é mais em baixo, às 19h, Buraco umbilical, às 20h, e Buraco em erupção, às 21h. O ingresso dá direito a assistir os três atos/buracos que relacionam-se de maneira independente. O público fica livre para entrar na sala às 19h, 20h e/ou 21h ou para assistir aos três atos em sequência.

Serviço:

Datas: 04, 05 e 06 de dezembro – sexta a domingo

Horário: às 19h, 20h e 21h

Valor: Pague quanto puder

Classificação: 16 anos

Link para a compra de ingressos: https://www.sympla.com.br/inboxcultural

Continue Reading

Cultura

Mais de um milhão de livros serão distribuídos de forma gratuita e inusitada neste sábado (31) no RJ

Published

on

O calçadão de Campo Grande, RJ será foco das atratividades que começam às 10h30 da manhã.

Um caixa automático 24h que após o clique no botão, entrega um livro de forma gratuita. Uma árvore que ao invés de flores e frutos, tem pendurado em seus galhos dezenas de pacotes de presente que contém livros. Um carrinho de pipoca que entrega pipoca com um livro (ambos gratuitos); e balões entregues às pessoas e largados ao céu, que trazem dentro de si trechos do livro que está sendo distribuído.

Todas estas ações fazem parte do projeto chamado Impacto Esperança, promovido anualmente pela Igreja Adventista em 8 países da América do Sul, e que tem por objetivo levar palavras de ânimo e alegria para a população.

“Neste período em que o país está enfrentando uma pandemia, acreditamos que ações como estas são mais do que bem vindas. Elas serão feitas seguindo todas as orientações de higienização e segurança, e acreditamos que trarão resultados extremamente benéficos, não só para quem for surpreendido pelas ações, mas a todos que participarem”, explica Gustavo de Sá, organizador do programa na região sul do Rio.

A entrega, propositalmente, coincide com o dia Mundial do Livro, comemorada no dia (29) e busca servir de incentivo à leitura.

Foto: Divulgação

Como vai funcionar:

Mais de 14 milhões de exemplares “A Maior Esperança” chegarão à comunidade por meio de ações criativas e seguras nos oito países sul-americanos. No estado do Rio de janeiro, em especial, serão mais de 1 milhão de unidades.

No calçadão de Campo Grande, RJ, 10 pontos estão demarcados. Ali, os voluntários, com estandes devidamente identificados, farão a distribuição dos livros de forma segura e criativa. Além das ações já citadas, ainda existirão outras, como: a sala a céu aberto, onde as pessoas trocam uma boa notícia por um livro, a ação antibagagismo, onde as pessoas trocam o cigarro por um livro, drive-thru da esperança, e mais.

Voluntários estarão munidos com máscaras, álcool em gel, luvas, e orientações para distanciamento seguro. Nos demais lugares, os livros serão distribuídos em caixas de correios e demais formas de segurança.

O jovem Michael Santana, participante do programa, já está animado para a ação. “Estamos planejando tudo com muito carinho e dedicação. Acredito que as pessoas ficarão surpresas e felizes com esta iniciativa”, lembra.

QUANDO: 31/10 às 10h30

ONDE: Calçadão de Campo Grande, na Rua Coronel Agostinho, em frente a Loja Super Lar e ao Mercado São Braz. (2 principais pontos)

Assessoria de Imprensa : Andréia Kals – (21) 9 8111-0576

Continue Reading

Cultura

Pagodeiro Rodrigo Gomes e intérpretes de escolas de samba se encontram em evento no RJ

Published

on

O pagodeiro Rodrigo Gomes está de passagem pelo Rio de Janeiro acertando os últimos detalhes para a gravação do seu EP, que será produzido por Boris, diretor musical do Sorriso Maroto.
Na última semana jantando com amigos no hotel Wyndham, o pagodeiro pode conferir de perto a live do tradicional programa Samba de Primeira sendo comandada pelo apresentador Jorge Perligeiro. Na ocasião encontrou os intérpretes Wantuir (Unidos da Tijuca), Evandro Malandro (Grande Rio),
Zé Paulo Sierra ( Viradouro) que estavam participando da gravação com suas agremiações.

Na foto: Wantuir, Rodrigo Gomes, Evandro Malandro e Zé Paulo Sierra.

Continue Reading

Cultura

Empresário Diego Gimenez comandará agenda de entrevistas da Banda Blitz em 18 rádios

Published

on

O empresário e divulgador Diego Gimenez vai comandar uma entrevista EXCLUSIVA para mais de 18 rádios em 5 estados no Brasil.

A iniciativa, comandada por Diego, acontecerá em breve, e trará um momento inédito para as rádios brasileiras. Em diversas praças, Evandro levará sua experiência para falar sobre música e a carreira de uma das bandas mais queridas do país.

Blitz. Foto: Divulgação
Blitz. Foto: Divulgação

Fiquem ligados nos Instagram: @blitzoficial e @diegogimenezoficial Para a data das baterias.

Sobre a banda Blitz

Em 1982 a lona foi esticada sobre o Arpoador. Surgiu um espaço multicultural e democrático conhecido como Circo Voador. Naquele palco praiano nasce a Blitz.

Em julho daquele ano a banda gravou o compacto ‘Você não soube me amar’. Em três meses o compacto vende 100 mil cópias e atinge a marca de um milhão de cópias vendidas em plena crise da indústria fonográfica. Na sequência, lança o primeiro LP ‘As Aventuras da Blitz’, com venda mais impressionante que a do compacto.

Blitz. Foto: Divulgação
Blitz. Foto: Divulgação

A Blitz era inclassificável. Com sua origem no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone, o grupo ganha capas de revistas importantes como Veja, Manchete e IstoÉ. Evandro & Cia arrombaram as portas do Rock Brasil, a MPB nunca mais seria a mesma. O sucesso da banda mudou o panorama das rádios e das gravadoras do Brasil.

A banda fez grandes shows em ginásios e estádios, e invade espaços como o extinto Canecão, onde batia recordes com a juventude do Rio se vendo no palco, representada pela Blitz. Duas apresentações merecem destaque: no primeiro Rock In Rio, em 1985 e na Praça da Apoteose, em 1984, quando foi o primeiro grupo a se apresentar naquela palco para mais de 50 mil pessoas.

A formação atual da Blitz conta com Evandro Mesquita (vocal, guitarra e violão), Billy Forghieri (teclados), Juba (bateria), Rogério Meanda (guitarra), Cláudia Niemeyer (baixo), Andréa Coutinho (backing vocal) e Nicole Cyrne (backing vocal).

Continue Reading

Trending

© 2020 FashionAlert