Connect with us

Musica

Artista lésbica lança clipe focado em relacionamentos homo afetivos

Published

on

Na sexta-feira, dia 11 de setembro, Amanda Döring lança seu novo single: “Vem” e na segunda feira, dia 14, o lançamento oficial do clipe .

“Vem” é uma canção que rompe o contexto de músicas românticas heteronormativas, buscando inclusão de forma sensível, aborda questões comuns a qualquer relação. Ela mostra de forma natural, gentil e livre de filtros as perspectivas do amor e do cotidiano, tendo como base o relacionamento de um casal de mulheres.

Quem duvida do poder transformador que a música tem? Seguindo por esse viés, Amanda Döring compõe e dá voz à canções que de maneira delicada, sutil e extremamente sincera criam laços com quem ouve. “Eu acredito que a arte deve ser usada como ferramenta de mudança” conta. Não à toa, a artista lésbica usa a voz para abordar temas como orgulho, auto aceitação e joga luz nos relacionamentos homo afetivos até então invisibilizados pela sociedade de modo geral.

Em 2019 Amanda lançou seu primeiro single autoral intitulado “Espelho (Poesia)”. Forte, real e envolvente, a música alcançou a marca de cerca de 20 mil visualizações. A artista foi pioneira e lançou no mesmo ano o festival UneVersos, primeiro festival beneficente exclusivamente LGBTI+ do país que arrecada fundos para casas de acolhimento à comunidade.  Nomes como Letrux, Johnny Hooker, Jaloo e Bia Ferreira já participaram do festival que promete novidades para as próximas edições.

Viemos de uma sequência importante no calendário da sigla LGBTQIA+, junho foi o mês do Orgulho LGBTQIA+, agosto o mês do orgulho lésbico e entramos em setembro, mês da visibilidade bissexual, um mês importante para a sigla e por isso, Amanda estará em constante movimento nas plataformas digitais! Você que não conhece, clique e conheça mais sobre a cantora para ficar por dentro das novidades e bastidores! @amanda_doring

Clique no link abaixo, faça seu pré save e escute de forma exclusiva!

Link. https://ffm.to/amanda

Continue Reading

Musica

Cantor YVES eleva patamares em clipe com nível internacional

Published

on

YVES é um artista como poucos. Independente e apresentando uma estética bastante pessoal, o carioca lançou nesta quinta-feira (17), o clipe de “Problemático!”. Lançada no finalzinho de 2019, a faixa ganha agora um vídeo com bastantes referências e inspirações, com produção comparada aos videoclipes internacionais.

Com referências nostálgicas, desde os clássicos desenhos animados da Warner Bros., como os personagens de Looney Tunes, até os games, como Street Fighter, o vídeo levou cinco meses para ser finalizado, apenas em pós-produção, e contou com cerca de 20 profissionais para sua execução. A produção foi realizada pela Lanterna Filmes. “Assim que eu apresentei a música para a Lanterna, a produtora do meu clipe, a primeira coisa que eu falei, era que eu queria um clipe bem colorido. No lançamento anterior, a temática do single era toda dark, então eu queria virar essa página, e mostrar o meu lado mais alegre”, explica o artista.

De acordo com YVES, a ideia por trás do vídeo foi pensada e executada através da parceria com a produtora. ”Por mais que a letra de ‘Problemático!’ fale sobre responsabilidade afetiva, que é um tema sério, a música é muito pra cima, e eu canto de maneira irônica e alegre, sobre os altos e baixos de um relacionamento, então como a minha ideia era brincar com isso, e a Lanterna transforma tudo em cinema, né? A gente juntou as ideias, e fizemos um desenho animado”.

Easter Eggs

Por trás do trabalho de YVES há uma estética pessoal e 100% refinada de quem o artista é e a parte pessoal está de background. Com este pensamento, o cantor alinha seus projetos uns aos outros, trazendo “easter eggs” em suas produções. Para o clipe de “Problemático!”, não poderia ser diferente. De acordo com o artista, o primeiro de muitos “easter eggs” está logo no início do vídeo.

“Não sei se vai passar despercebido, mas o primeiro ‘easter egg‘ já está bem nos primeiros segundos do clipe, quando eu faço uma referência direta a capa do meu single ‘Outra saída’, mas há outros durante o vídeo. Será que os fãs vão adivinhar?”, brinca YVES.

Inspirações

“Problemático!” conta com uma série de inspirações, que levam YVES a um mergulho nostálgico. Aos 26 anos, o cantor e compositor carioca revela que há muitas referências aos games, e principalmente aos desenhos animados, que assistia quando mais novo. “

Para YVES, a versão final do clipe sintetiza todo um planejamento minucioso. “Certamente gravar clipe, todo o trabalho em torno da produção de um filme, é uma das coisas que eu mais gosto no trabalho como cantor. Tudo que envolve criatividade. E esse clipe foi bem desafiador e eu acho que é o que acaba tornando-o mais especial, não apenas para mim, mas para todos os envolvidos. Foram meses de muito trabalho e atenção”, elucida o carioca.

Sobre YVES

Jovem cantor carioca, começou a compor aos 14 anos, e anos depois subiu alguns co- vers ao SoundCloud. Há um ano lançou seu primeiro single ‘Quinta-Feira’, faixa que entrou na trilha sonora do programa “The Voice Brasil”, e hoje acumula mais de 125 mil reproduções, só no Spotify.

Com pouco mais de um ano de carreira e beirando aos 400 mil plays no Spotify, YVES vem angariando seu espaço no Pop nacional desde o lançamento de seu primeiro single, “Quinta-Feira”. Desde então, coleciona uma série de feitos. “Problemático!” estreou em terceiro lugar no iTunes Brasil, prestigiada plataforma de venda de singles da Apple, superando nomes como Marília Mendonça e Anitta. O feito foi repetido pelo artista no lançamento de “Lado a Lado”.

Aos 26 anos, o artista prova que a música é um lugar de integração. Investindo na sua própria sonoridade, vai do MPB ao Pop em uma linha tênue, respeitando sua voz interior e levando ao público um trabalho único e incomparável.

O novo clipe reposiciona YVES em sua ascendente carreira, colocando-o lado a lado com algumas das maiores produções de vídeos da indústria nacional.

Confira o clipe de “Problemático!”: 

Continue Reading

Musica

Manifesto Musical pelo Planeta

Published

on

Projeto ‘Ursos Híbridos’ reúne músicos de diferentes procedências, que se mobilizaram em gravações remotas motivados pela crise ambiental

Com um extrato de mais de vinte e cinco produções executivas de CDs e DVDs para artistas como Nei Lisboa, Vera Loca e Nenhum de Nós, o produtor Antonio Meira não hesitou em colocar em execução o projeto “Ursos Híbridos” no final de março. Viu na quarentena uma oportunidade para abordar vários músicos com o desafio de criarem e gravarem uma canção cuja inspiração fosse a “crise global do clima”. Cinco meses depois, lança um disco coletivo com dez músicas que chega às plataformas digitais dia 11 de setembro, através de seu selo Ímã Records.

O título do projeto é uma figura de linguagem que explora a interação de músicos em cidades e países diferentes, que tiveram que hibridizar para gravar suas músicas. A metáfora associa a necessidade de conexão entre eles, não só pela busca providencial de uma colab, mas também pela disposição de compartilhar uma causa. De uma maneira ou de outra, nas letras aparecem temas que remetem a inquietação com as interferências ambientais no planeta.

O aquecimento global provoca o derretimento de geleiras e o consequente deslocamento de ursos polares de seu habitat natural, na perspectiva de sobrevivência. Esse movimento proporciona o contato entre espécies diferentes, antes isoladas, provocando o surgimento de ursos híbridos.

Mas o que isso tem a ver com a música? Ou o que a música pode fazer por isso? Ursos Híbridos, o álbum, é uma trilha sonora inspirada na crise global do clima. Confinados em suas casas, tendo que compor, tocar e gravar, a inspiração para os artistas passa pela consciência de que tudo se relaciona e que a pandemia teve sua origem em uma zoonose. Em tempos de distanciamento social e quarentena, chamam a atenção para a necessidade cada vez mais urgente da preservação do planeta.

Como se estivessem flutuando em seus icebergs em meio aos nossos continentes, a distância aqui funcionou como desculpa para a elaboração do álbum. O tema de inspiração de cada uma das músicas foi um só: cuidar mais do mundo que nos cerca usando a música a serviço da conscientização.

Segue anexado release com as explicações por traz das faixas com letras importantes e necessárias:

Spotify: https://open.spotify.com/album/22PjmpsHkW9KETSZGkwbJk?si=CE_xjjhFQlG0sEOffJcxeg

 

Deezer: https://www.deezer.com/br/album/170044212

 

Youtube Music: https://music.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_ld2h7-TCY3cJ2J2hRhi2rZLMlRZpHN7y8

 

Amazon Music: https://music.amazon.com.br/search/ursos+h%C3%ADbridos#

 

Apple Music: https://music.apple.com/us/album/ursos-h%C3%ADbridos-original-soundtrack/1529501611

 

 

  1. Luciano Albo e Bibiana Petek – “Ainda Temos Tempo”
  2. Jéf – “Depois de Nós”
  3. Veco Marques – “Patagônia”
  4. Atelier Tupi – “Sorriso da Manhã”
  5. Rodrigo Bianchini & Bohemian Folk Rock Band – Wild Bears
  6. Richard Powell – O Último Inverno do Ártico
  7. Márcio Tubino – “Simples Assim”
  8. Edu K – “Disco Home”
  9. Estevão Camargo – “Pé-d’Água”
  10. Cee – “Scared”

 

Continue Reading

Musica

LIPE lança música “Sua Essência”, em apoio ao combate ao suicídio

Published

on

Canção tem como foco servir de alento e levar mensagem às pessoas que necessitam de auxilio

“Virou tão comum julgar alguém mesmo sem saber que ela é”, essa é a maior lição que a nova música do cantor niteroiense LIPE lançou nessa última quinta-feira, dia 10 de novembro. O mês escolhido para o lançamento foi em colaboração com o movimento do setembro amarelo, que assim como o outubro rosa, também traz um significado vital para a vida de muitas pessoas.

Já disponível em todas as plataformas musicais, “Sua Essência” retrata a realidade em que vivemos em sua forma mais pura, procurando alertar e servir de auxílio a todas aquelas pessoas que a cada 45 segundos estão dispostas a cometerem suicídio, interrompendo suas próprias vidas, por motivos que muitas vezes a atenção de um amigo, parente, ou outras pessoas podem ajudar a evita-lo.

Ao invés de adotar o clima animado e cinematográfico que os videoclipes com o estilo do cantor têm, como “Meu Chão”, “Sou Teu Fã” e “Lábios de Mel”, o cantor de 22 anos, aproveitou o engajamento de sua carreira e a sua essência para fornecer ao seu público uma ferramenta de apoio, criando uma música motivacional, como retrata o refrão: ‘já passou o temporal, a chuva cai sobre ti, e Deus te secou e te acolheu”.

O Brasil já se tornou o 8º país onde mais se comete suicídios e a mensagem passada pelo cantor vem como um alento para que todas as pessoas possam olhar para si mesmas e perceberem que sua própria essência é capaz de cura-las. Com uma duração de aproximadamente quatro minutos, a composição feita pelo próprio cantor traz diversas lições de reflexões baseadas no comportamento dos indivíduos da sociedade, além de fazer referência ao caso famoso do motoboy que foi vítima de racismo em Valinhos-SP.

Para Lipe, a música é muito importante nesse momento e ressalta uma responsabilidade que a gente têm em relação as outras pessoas: “É um mês para a gente relembrar o que devemos fazer em todos os outros meses. É um mês que lembra a gente de que existe uma causa importante demais para não darmos valor. A cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio, isso é um número muito bizarro. Essa música, ela vem como uma ferramenta, como um auxílio para as pessoas que precisam de ajuda. A gente tem que ter responsabilidade nesse momento, e tem profissionais que trabalham com isso, e essa música é só mais uma ferramenta para ajudar quem realmente precisa. Ela fala um pouco de se encontrar novamente, de achar sua essência que alguém escondeu, e achar o valor que a gente realmente tem. ”

Feedback:

Nos comentários do vídeo em suas primeiras horas de lançamento no canal oficial do cantor no YouTube, já é possível perceber como o efeito da mensagem teve sucesso em atingir as almas das pessoas que a ouvem, sendo denominada como “hino” por uma das seguidoras. Em outro comentário, é possível ler agradecimentos, onde fãs relataram que a canção propõe uma sensação de paz e luz. E por fim, uma mensagem que define exatamente a missão que o artista tem com essa homenagem ao combate ao suicídio: “Essa música vai ajudar muitas pessoas. O mundo precisa conhece-la”.

Produção:

A produção, mixagem e masterização musical ficou por conta de Luciano King, os arranjos e fundo musical feito em piano ficou por conta de Suelen Cristini. O clipe foi montado com a participação de diversas pessoas e de padrões variados para enfatizar exatamente o clima e as lições que a canção tem para passar ao público, contou com a edição da dupla James Andrade e Wanderson Chan, que também leva crédito na direção do vídeo, além de Iara Machado, que cuidou da fotografia still.

Continue Reading

Musica

Flakkë lança “Falling”, primeiro single pela Sony Music

Published

on

Flakkë, o projeto musical do paulista Francisco Borelli, lança a track “Falling”, pela Sony Music, no dia 11 de setembro, sexta-feira, em todas as plataformas digitais. A faixa é o primeiro capítulo de um álbum homônimo que será apresentado no mês de outubro.

Flakkë é conhecido pelos hits “Me Gusta”, produzido com KVSH e Beowülf, a faixa soma mais de 20 milhões de streams; e “Sweet Munchies”, segunda collab com os Cat Dealers, que atingiu mais de 6 milhões de streams nas plataformas digitais. Fatores que prometiam uma agenda cheia de shows para 2020, porém, a pandemia global forçou o artista a concentrar sua energia nas atividades de estúdio.

“Produzir a Falling foi o que fiz para movimentar a energia parada que eu tinha, até podemos falar de ira, foi um basta sobre como eu me sentia no começo da quarentena vendo todos em minha volta preocupados. Dentro de mim, produzir era uma rebelião energética e isso me pôs de volta nos trilhos”, explica o DJ e produtor.

O single “Falling” conta o início de um álbum completo focado na energia musical que Flakkë depositou em seus projetos criados durante o início da quarentena. O produtor tem a intenção de criar uma atmosfera mágica, encantar o ouvinte com essa proposta sentimental e cheia de energia, e atingir não só o público da música eletrônica.

Ouça “Falling”:

 

Continue Reading

Trending

© 2020 FashionAlert